Federasul diz que reforma vai harmonizar as relações de trabalho

Em nota, a entidade prevê a criação de mais empregos com segurança jurídica

Enfim, entramos no século 21. Foi desta forma que a presidente da Federasul, Simone Leite, comemorou o projeto da reforma trabalhista aprovado na noite de terça (11) no Senado. A entidade, que sempre se posicionou favorável às mudanças, disse que as novas regras além de modernizar as relações entre patrões e empregados, formalizando o que já está em vigor, traz segurança jurídica e maior inserção do trabalhador no dinamismo do atual mercado. “Estávamos desamparados pela falta de lei, vulneráveis aos acontecimentos já existentes e retrancados pelo desamparo”, avaliou a presidente Simone Leite.

A nova legislação, avalia a Federasul, protege os trabalhadores e as empresas e ajuda a construir as saídas para os impasses. “Mantém as conquistas e avança com as novas regras na modernidade”, enfatiza a presidente.

A Federasul chama atenção também para as possibilidades de diálogo inseridas nas novas regras. “Os trabalhadores foram contemplados porque amplia o possibilidade de composição entre as partes”, conclui Simone Leite. A entidade espera agora agilidade na sanção presidencial e nos consequentes  desdobramentos legislativos.