Obras de infraestrutura são foco da 4ª jornada de Integração

Mais recente encontro online entre líderes empreendedores das ACI’s das regiões sul e campanha do RS reuniu pelo menos 40 pessoas; finalização da duplicação da BR 116 foi o mote da reunião

No início da noite desta segunda-feira (15) ocorreu a 4ª reunião de Integração dos líderes regionais das associações comerciais filiadas da FEDERASUL. No encontro, os empresários e líderes empreendedores das regionais do sul e da campanha do RS foram ouvidos visando levantar demandas e prioridades do empresariado das duas regiões.

Os vice-presidentes de Integração, Rodrigo Sousa Costa, e de Micro e Pequena Empresas, Rafael Goelzer iniciaram a reunião organizando os trabalhos e as discussões, com foco na consolidação de diretrizes regionais a serem defendidas pela FEDERASUL em nome dos empresários do sul e da campanha.

“O objetivo é ouvir os empreendedores representados pelas suas filiadas e formar pautas relativamente unanimes”, afirmou Sousa Costa em sua fala. Que salientou que, neste momento, os empresários deveriam “elencar o que tem efeito mais revolucionário para resgatar o RS”, na tentativa de “formar consensos, agendas comuns”.

Após, vários líderes de ACI’s explicaram suas demandas regionais, também salientando as dificuldades vividas pela classe empresarial em um contexto de pandemia. De forma unânime, os relatos convergiram na defesa da finalização da duplicação da rodovia BR-116, melhorando a logística da região e, por conseguinte, incrementando receitas na indústria e maximizando as possibilidades de fomento ao turismo.

Outra pauta mais intrarregional levantada por um dos participantes foi a privatização de aeroportos regionais, visando a melhora dos serviços de transporte e, também, a ligação do interior com as áreas mais centrais do Brasil.

Ao final da reunião, o vice-presidente de Integração, Rodrigo Sousa Costa, incrementou a discussão alinhando as pautas levantadas em nível macrorregional, focando na defesa da finalização da BR-116 até o Porto de Rio Grande, na privatização dos aeroportos regionais, obras na RS-265, citando também as obras do Hospital da Universidade Federal de Pelotas. Costa também salientou a factibilidade dessas demandas. Da mesma maneira, o vice-presidente de Micro e Pequenas Empresas, Rafael Goelzer, lembrou do pragmatismo dessas bandeiras, a possibilidade de que elas se tornem realidade.

[addtoany]
PUBLICADO EM: 16 de março de 2021