Importância do comprometimento da alta gestão nos programas de compliance

O envolvimento da alta direção da empresa (tone at the top) é fator essencial para que a cultura de integridade seja efetivamente implementada na organização. O suporte dos gestores ao Programa de Compliance e o seu envolvimento público sugestionam as normas e valores pelos quais a empresa se estrutura e aos quais se aguarda a participação de todos os colaboradores e parceiros de negócio.

De fato, o comprometimento da cúpula da empresa com a antecipação de eventuais práticas de corrupção deve passar, necessariamente, por uma política de tolerância zero com todos os atos de corrupção, em qualquer nível, ou seja, quer em ínfimos, quer em grandes valores, seja ela ativa ou passiva. Essas normas devem ser repassadas de forma hierárquica dentro da empresa, quer aos gerentes, empregados ou terceiros em suas atividades cotidianas.

A Global Compact (uma proposta da ONU de fomento da sustentabilidade corporativa), exige o empenho do núcleo diretivo da empresa em oposição a corrupção em todos os seus contornos, sem o qual a sua participação neste programa não será aceita.

A implicação da alta direção nos atos irregulares de uma empresa contaminam totalmente o seu Programa de Compliance, porque ausente o requisito fundamental do comprometimento da diretoria executiva, com o que indica que a mensagem de ética não vai passar a níveis inferiores da administração. Esse tipo de ocorrência evidência que o esforço para a implementação de um Programa de Compliance não é sério, mas apenas uma aparência, que funciona como se fosse uma espécie de seguro contra uma eventual responsabilização, na verdade seria um “programa de papel”.

Além disso, os dirigentes são aqueles que efetivamente tomam as decisões da empresa, sendo que suas ordens tem o peso mais elevado na condução dos negócios da mesma. Por estas razões, imaginamos que um Programa de Compliance não poderá ser considerado implementado se houver alguma espécie de envolvimento dos seus gestores em atos ilícitos praticados dentro da empresa.

Se a cultura de integridade ainda não está disseminada na sua organização implemente-a! Se já está, aprimore-a pois sempre existe espaço para melhoria.