Fruki quer chegar em 2020 com nova fábrica

IMG_8157Otimismo resume a marca da gestão da Bebidas Fruki, que projeta a construção de uma nova fábrica no Rio Grande do Sul. O planejamento estratégico prevê para 2020 a nova unidade e, segundo o presidente da empresa, Nelson Eggers, a intenção é aumentar o volume de produção e conquistar a liderança do setor. O convidado do “Tá na Mesa”, promovido pela Federasul apresentou o tema “Fruki: do sonho a realidade, pronta para novos desafios”, ao destacar o crescimento de 458% no faturamento e 269% em volume ao longo dos últimos 10 anos.

A nova unidade ainda não possui local definido para ser instalada, mas segundo Eggers, mais de 50 cidades gaúchas demonstraram o interesse em receber e incentivar a construção da fábrica. Para isso é preciso que critérios estabelecidos pela direção sejam contemplados. “Queremos ficar distante do centro da cidade para que seja possível construir os tanques de água e as demais estruturas que precisamos”, adiantou.

Em tempos de crise econômica, o presidente afirma que “a Fruki cresce independente da crise” e que após a expansão no Rio Grande do Sul a empresa planeja chegar ao mercado de São Paulo. Entre os números apresentados, a Água da Pedra já conquistou 32% do mercado gaúcho e o refrigerante guaraná Fruki 40%. Este com liderança na região metropolitana e Vales do Taquari e Rio Pardo.
Para 2015 a meta é crescer 8% em volume e 17% em faturamento. Com os investimentos previstos para os próximos anos, a expectativa é fabricar novas bebidas, entre elas: sucos, chás, energéticos, isotônicos e cervejas. “Já temos diversas marcas registradas e prontas para serem usadas a qualquer momento”, revelou o empresário.

Hoje a Fruki possui mil profissionais e 30 mil clientes. Com a gestão voltada para a preservação do meio ambiente, na última década, obteve uma redução de 31,55% no consumo de energia elétrica e de 22,15% no consumo de água.


Fonte:  Assessoria de imprensa

 

 

[addtoany]
PUBLICADO EM: 26 de junho de 2015