Federasul lamenta o aumento do IOF

O presidente da Federasul, Ricardo Russowsky, lamentou nesta quarta-feira (21), a decisão do governo federal em dobrar a alíquota do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF). A medida que aumenta o custo do dinheiro desacelera o consumo influenciando diretamente os setores de comércio e serviços. “A queda nas vendas vai refletir diretamente na atividade econômica”, disse Russowsky que não aceita a medida já que no primeiro governo da presidente Dilma Rousseff, a política econômica incentivou o consumo, sustentando o crescimento do País. A decisão de agora muda totalmente os acontecimentos econômicos do primeiro mandato lembra o presidente, que, ao mesmo tempo faz a pergunta: “Estava então, tudo errado?”

[addtoany]
PUBLICADO EM: 29 de abril de 2015