FEDERASUL comemora a decisão que trouxe de volta a cogestão

A FEDERASUL comemora a rapidez da Justiça em liberar a cogestão retomando a autonomia nas decisões dos prefeitos em cada município. A decisão judicial, liberando a cogestão, está em sintonia com o que pensam as entidades de classe de que não há preferência pela economia ante saúde. “A cogestão, pensada em conjunto pelo Governo Estadual, Prefeitos e entidades médicas e da sociedade civil, no âmbito do Comitê de Crise do Governo Estadual, é a da melhor calibragem para, atendendo as necessidades da saúde, não limitar a economia em setores ou situações que não irão interferir na propagação do vírus, como demonstram várias pesquisas”.

      A decisão responsável restabelece o pleno exercício do Poder Executivo municipal, assegurando aos representantes eleitos a competência institucional que lhes é garantida pela Constituição Federal. O setor produtivo do Rio Grande do Sul seguirá — como fez desde o início da pandemia — parceiro no enfrentamento ao coronavírus, no atendimento aos protocolos sanitários e na busca de um equilíbrio que garanta condições para a manutenção dos empregos e da renda dos gaúchos.

[addtoany]
PUBLICADO EM: 21 de março de 2021