Federações empresariais querem ser parceiras no enfrentamento da crise no Estado

As foto4federações empresariais do Rio Grande do Sul manifestaram solidariedade ao governador José Ivo Sartori em razão da grave crise das finanças estaduais em encontro no Palácio Piratini nesta terça-feira (10). No almoço, os presidentes da Fiergs, Heitor Müller, da Farsul, Carlos Sperotto, da Federasul, Ricardo Russowsky, da Fecomércio, Luiz Carlos Bohn, e da FCDL, Victor Augusto Koch, ouviram de Sartori um relato sobre as finanças e destacaram apoio às medidas do governo do Estado.

“As entidades vieram conversar a respeito de um conjunto de situações que envolvem interesses da indústria, do comércio, questões de tributação. Todas vieram emprestar solidariedade dizendo que as decisões têm de ser profícuas para criarmos outro patamar de desenvolvimento e também de investimento no Estado, tomando medidas que sejam corajosas, criativas e que produzam bons resultados”, afirmou o secretário da Fazenda, Giovani Feltes.

Ao final do encontro, Bohn destacou que as entidades serão parceiras do Estado para o enfrentamento do déficit das contas públicas – estimado em R$ 5,4 bilhões. Segundo ele, os relatos sobre as finanças também serão levados aos integrantes de cada federação. Foi entregue ao governador documento pedindo solução que reduza os impactos da cobrança do diferencial de alíquotas.
Participaram do encontro o vice-governador José Paulo Cairoli, o chefe da Casa Civil, Márcio Biolchi, e o secretário de Obras, Saneamento e Habitação, Gerson Burmann.

(Texto: imprensa Piratini – foto: Luiz Chaves)


Fonte:  Assessoria de imprensa

 

[addtoany]
PUBLICADO EM: 29 de abril de 2015